O retorno é lixado! Mas tem de ser!

20:23:00

De volta da vida airada de Coimbra, retornei á vida real. Depois de uma semana de pleno descanso, de passear bastante, visitar bastante, comer aqui e ali, fotografar aquilo e aquele outro, heis-me de volta. Partimos na 5º feira e hoje é como se a minha mente ainda lá estivesse. É fantástico o que a simples acção de sairmos do nosso ambiente é capaz de causar. Começando pelo Hotel, o pousar das malas, o aconchegar do quarto á nossa medida, o jantar em sítios incertos, pessoas novas...tudo. Mas o melhor é sempre a companhia que levamos, e obviamente que a minha companhia faz pandã com Amor. O namorado veio e aproveitamos tudo, até o próprio frio (que me fez comprar um gorro lindo, lindinho com um ponpon no meio).
A cidade é linda, isso é indiscutível, autêntica cidade de estudantes (que em plena Sexta feira era vê-los de malas em punho para irem passar o fim de semana a casa), mas também tem monumentos estrondosos. Só há uma coisinha que acho que, das duas uma, ou é por não ser de Coimbra e não estou habituada ou então existe mesmo falta ali de alguma coisa, que passo a dizer - Sinais de trânsito! Nem o GPS percebia o que estava á nossa volta, é provável que tenhamos dado, sem exagero, 4 ou 5 voltas no mesmo sitio. Mas o meu amorzinho como tem um sentido de orientação formidável e capaz de tudo (só lhe falta mesmo criar um fato Iron Man, esse é o seu desafio) conseguíamos sempre sair do labirinto. Clap Clap!


Mas bem, vou me deixar de queixas porque no final adoramos tudo e as saudades já andam á nossa roda!

P.s. Adorei as ruínas de Conimbriga! Lindo, fantástico!







You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

MY INSTAGRAM @BALLERINESJOURNAL

Subscribe