BEAUTÉ REVIEW | KIKO VELVET STICK BLUSH

by - maio 07, 2014


Hoje vou vos falar de um produto que já comprei à umas semanas, andei este tempo em fase de experimentação e acho que já é suficiente para vos falar sobre ele até porque foi daqueles produtos que mal saiu para o mercado não o comprei logo, mas tive aquela curiosidade momentânea. Quando o decidi comprar já ele não era novidade nenhuma e foi graças a um video da Vic Ceridono que não aguentei mais e tive que o adquirir e ainda bem que esperei, custou-me apenas três euros nos mega saldos da Kiko, refiro-me ao Velvet Stick Blush e valeu a pena!



Nunca tinha usado blush em formato bastão, até porque pensei que nunca me iria entender com eles, ou porque a formula é difícil de manusear, ou porque não iria colocar no sitio correcto...enfim, uma lista infinita de ponto negativos.
Na realidade, e vou ser honesta, ao inicio é pouco difícil de incorporar este produto na nossa rotina, porque requer pontos estratégicos onde aplicar e depois espalhar (e de manhã não tenho tempo para essas coisas), a fórmula em si é um pouco "dura", notei essa dificuldade principalmente quando os dias são mais frios e o produto fica mais "congelado", pode ser parvoíce, mas quando está calor fica mais molinho e espalha-se muito facilmente. É tudo uma questão de hábito. 


A cor que escolhi (e agora não tenho o nome) foi um rosa, ao que eu gosto de chamar, saudável, dá aquele ar rosado tímido muito discreto e muito funcional para qualquer altura do dia, não tem aquela coisa de ser um blush para usar numa festa, num jantar super chique, nan nada disso, ele é super sociável vinte e quatro horas por dia.


Não se assustem com a cor, sério, à primeira vista parece blush de Barbie mas enganem-se, até porque aqui ele está todo concentrado, mais tarde irei postar um look em que este produto consta da minha lista de escolhidos e ai puderam ver o resultado e cor final.

  • Quem aprova? Quem já usou? Contei-me tudo.

You May Also Like

0 comentários

COPYRIGHT

O conteúdo e as imagens neste site são da minha propriedade, excepto nos caso em que existem as suas fontes.
Para uso em outros meios deverá ser pedida autorização dos mesmos, caso contrário será recorrido por vias legais.